Domingo, 14 de agosto de 2022

AO VIVO

Auxiliadora 105.9 FM

Amambai/MS



Com mais 3 óbitos, mortes por dengue somam 12 vítimas em MS no ano

Mortes foram registradas em Campo Grande e em São Gabriel do Oeste

26/05/2022 13:13

Mato Grosso do Sul registrou mais três óbitos por dengue e, agora, o estado agora soma 12 vítimas pela doença registradas em 2022.

Conforme o boletim epidemiológico da SES (Secretaria Estadual de Saúde) desta quarta-feira (25), mostra que as vítimas eram homens, sendo um, de 51 anos, residente em São Gabriel do Oeste e os outros dois, de 81 e 94 anos, de Campo Grande.

Ainda segundo o boletim, a vítima de 81 anos, passou a ter os sintomas de dengue no dia 14 de maio e não resistiu, morrendo no dia 19, em apenas cinco dias.

MS tem, neste ano, mortes por dengue registradas em Campo Grande (6), São Gabriel do Oeste (1), Chapadão do Sul (1), Aparecida de Taboado (1), Douradina (1), Itaporã (1) e Guia Lopes da Laguna (1).

Ações de combate a dengue

A SES (Secretaria de Estado de Saúde) realizou uma reunião com representantes do Comitê Estadual de Arboviroses, formado por 40 entidades públicas e privadas, para discutir o enfrentamento a Dengue, Zika e Chikungunya em Mato Grosso do Sul, nesta terça-feira (24).

De acordo com o secretário de estado de saúde, Flávio Britto, a reunião é importante para decidir os próximos passos. “Sabemos que é uma guerra antiga, todos nós sabemos, sem exceção, em qualquer município do Estado, do que é preciso para ser feito no combate a essas doenças. Se a gente tirar pelo menos 15 minutos por semana para limpar as nossas casas e terrenos, isso já faz muita diferença. Infelizmente, já temos nove óbitos registrados, então, é importante que todos nós estejamos engajados nesta luta”, destaca.

O consultor técnico das Arboviroses do Ministério da Saúde, Pablo Fontoura, aponta que houve um aumento de 100% dos casos de dengue no país. “Percebemos que em Mato Grosso do Sul não foi diferente. É por isso que nós queremos fortalecer a vigilância, assistência e o controle vetorial de Mato Grosso do Sul”, explica.

Segundo o assessor militar da SES, as entidades que fazem parte do Comitê Estadual são fundamentais para o enfrentamento às arboviroses no estado. “Nós esperamos que estas entidades possam nos ajudar a desenvolver ações de combate a essas doenças, principalmente no período de 20 a 24 de junho – durante a semana de conscientização do enfrentamento da Dengue. Em especial, no dia 24 de junho, faremos em parceria com os municípios, ações de limpeza naqueles municípios que possuam maior incidência da doença”, comenta.

Alguns representantes do Ministério da Saúde estão presentes em Mato Grosso do Sul para fortalecer as ações de vigilância e controle vetorial, bem como, a gestão de insumos, capacitação do manejo clínico e laboratorial e debate do panorama das doenças no estado. Os técnicos permanecerão em MS até a próxima quinta-feira (26) e participam de diferentes atividades de enfrentamento.

Fonte: Midiamax