Terça, 05 de julho de 2022

AO VIVO

Auxiliadora 105.9 FM

Amambai/MS



Giroto se entrega à Polícia Federal após decisão do STF na Lama Asfáltica

Outros alvos da Lama Asfáltica também se apresentaram à PF

09/05/2018 10:33

Ele chegou à superintendência da PF às 15 horas desta terça-feira (8). Foto: Marcos Ermínio

Já está na sede da Polícia Federal de Campo Grande o ex-deputado federal e ex-secretário de Obras do Estado, Edson Giroto. Ele chegou à superintendência da PF às 15 horas desta terça-feira (8), um dia depois do STF (Supremo Tribunal Federal) encaminhar o pedido de prisão à Justiça Federal em Mato Grosso do Sul.

Além de Giroto, também estão na sede da PF Flávio Schrocchio, Wilson Roberto Mariano, Rachel Rosana Portela Giroto, Mariane Mariano, Ana Paula Amorim Dolzan, Elza Cristina Araújo dos Santos e João Amorim, outros implicados na Operação Lama Asfáltica e alvos da decisão do STF. Nenhum deles falou com repórteres ao chegar no prédio, com exceção de Giroto.

Ao chegar no local, acompanhado de advogados, Giroto falou rapidamente com a imprensa. “Não tenho nada a dizer, confio na Justiça. Trabalhei tanto na minha vida, não esperava que ia passar por isso, se eu for culpado, eu vou pagar, mas eu tenho certeza do que eu fiz. Infelizmente estamos vivendo um momento político do Estado muito difícil”.

Quando foi questionado sobre a sensação de ser novamente detido, Giroto afirmou que “é um sofrimento”.

A íntegra da decisão do STF encaminhada tanto ao TRF3 (Tribunal Regional da 3ª Região) quanto à 3ª Vara da Justiça Federal de Campo Grande ainda está sob sigilo.