Domingo, 14 de agosto de 2022

AO VIVO

Auxiliadora 105.9 FM

Amambai/MS



Irmãos confessam assassinato de Dom Phillips e Bruno Pereira, afirmam fontes da PF

Corpos de indigenista e jornalista inglês teriam sido carbonizados

15/06/2022 16:22

Os irmãos Oseney da Costa de Oliveira e Amarildo da Costa Oliveira, confessaram o assassinato do indigenista brasileiro Bruno Araújo Pereira e do jornalista inglês Dom Phillips, desaparecidos na Amazônia desde 5 de junho, informaram fontes da Polícia Federal.

Bruno e Dom estavam desaparecidos desde o início de junho no Vale do Javari, no Amazonas. Eles partiram da Comunidade São Rafael rumo a Atalaia do Norte, viagem que dura aproximadamente duas horas, mas não chegaram ao destino.

Segundo fontes da PF, as vítimas foram mortas, esquartejadas e tiveram os corpos incinerados. Na tarde desta quarta-feira (15), foi divulgada a informação de que um dos suspeitos teria sido levado ao local das buscas, porém o motivo não foi revelado.

Prisão

Oseney da Costa de Oliveira, conhecido como “Dos Santos”, foi preso temporariamente nesta terça-feira (14). Já Amarildo da Costa Oliveira, o “Pelado”, foi preso na mesma semana do sumiço, no dia 7 de junho.

Até esta quarta-feira (15), nove pessoas foram ouvidas pela polícia. Entre elas, a mulher de Amarildo, Josenete. Ela prestou depoimento na última sexta-feira (10) em companhia de um advogado e preferiu não falar sobre a prisão do marido nem sobre o caso dos desaparecidos.

Entenda o caso

O jornalista inglês Dom Phillip e o indigenista Bruno Pereira desapareceram em 5 de junho no Vale do Javari, no Amazonas.

Eles saíram da Comunidade São Rafael rumo a Atalaia do Norte, viagem que dura aproximadamente duas horas, mas não chegaram ao destino.

Fonte: Midiamax